all characters together.png

SOBRE o mangá

 

HOME UNCHAINED é uma série em mangá de aventura e ficção científica que acontece num mundo fictício e envolve pessoas cientificamente conhecidas como “variantes”, que nascem com habilidades especiais. A história segue nossa protagonista Yui e os amigos dela navegando um mundo difícil por um caminho de escolhas complicadas. Todos os personagens principais são LGBTQ+ e o sentido de leitura é o ocidental da esquerda para a direita.

"Num mundo que hora os vê de forma hostil, e hora os vê como ferramentas, pessoas nascidas com poderes especiais precisam navegar uma realidade complicada. Yui é forte, tão forte que precisa esconder esse fato sobre si mesma para conseguir viver uma vida normal. Ela e sua melhor amiga Amy tem grandes planos de deixar a pequena cidade de Agnor’s Hope e finalmente encontrarem seu lugar no mundo, quando se deparam com um incidente terrível que causa ansiedade por toda a cidade e inicia uma lamentável série de acontecimentos."

Se você quiser (e puder), por favor apoie o mangá usando os botões do Ko-fi, Patreon ou Catarse. Eu amo fazer esse mangá e gostaria de poder continuar criando ele por um bom tempo.

Espero que ler HOME UNCHAINED seja uma experiência legal! Quando você deixa comentários nos capítulos, tem a opção de se inscrever para receber notificação dos próximos updates!

SOBRE MIM

 

Yo! Sou a Natasha e sou uma ilustradora, quadrinista e concept artist freelancer. Venho desenhando desde criança e fiz faculdade de Design Industrial. Com o tempo percebi que o que eu queria fazer de verdade era ilustrar, contar histórias, criar personagens e fazer quadrinhos.

 

HOME UNCHAINED é o meu mangá que eu escrevo originalmente em inglês e também ilustro, e que minha esposa que é tradutora faz a versão em PT-BR pra que a galera daqui possa ler. Acho que sai melhor com ela fazendo essa versão do que sairia se eu mesma fizesse. É muito importante pra mim criar e contar essa história sobre uma lésbica butch ("masculina") que é uma pessoa tão leve e de boas. Não tem muitas personagens assim em histórias por aí, e eu sempre senti falta dessa representatividade quando era mais nova.

Você pode entrar em contato pelas minhas mídias sociais ou usar o formulário no fim da página, ou também clicar no botão pra ver o meu portfólio se quiser, e entrar em contato por lá.